Canelite

A periostite medial da tíbia, mais conhecida como canelite, é uma das principais lesões em corredores, principalmente iniciantes. Trata-se de uma inflamação da camada externa da tíbia (osso da perna), onde se prendem alguns músculos que movimentam o pé. Devido a um desequilíbrio entre esses músculos, o ponto de fixação se sobrecarrega e gera a inflamação e dor (exatamente como no processo de tendinites de joelho ou outras articulações).

Caracteriza-se por uma dor na parte anterior da canela ao correr e após os treinos. Após algum tempo, atividades mais simples como caminhar ou subir e descer escadas podem se tornar dolorosas também. É importante que se faça um diagnóstico cedo para evitar complicações. Canelites negligenciadas podem se tornar fraturas por estresse na tíbia.

Além de possíveis desequilíbrios musculares (principalmente entre os musculos anteriores da perna, como o tibial anterior, e os músculos da panturrilha), variações na pisada durante a corrida podem influenciar também no surgimento desta lesão.

Além disso, alguns fatores externos são importantes nestes casos: o tênis utilizado durante a corrida, o terreno em que se treina e o aumento da intensidade do treino.

Tênis muito desgastados, que tendem a amortecer menos o impacto, podem ser prejudiciais e favorecer a lesão. É importante que se troque o tênis quando a sola já estiver desgastada.

Quanto mais rígido for o terreno do treino, maior o impacto. O impacto no concreto é 6 vezes maior do que no asfalto, que é maior do que na terra, que é maior do que na grama (onde o solo absorve boa parte do impacto).

Aumentos grandes de intensidade no treino levam a uma sobrecarga dos músculos e articulações. No caso de corrida, pode levar à canelite.

Para prevenir a canelite, é importante um trabalho de fortalecimento e alongamento da musculatura da perna (panturrilha, músculos anteriores e laterais da perna). Panturrilhas muito rígidas ou muito mais fortes que os demais grupos podem ser um fator de risco.

Além disso, é importante fazer um aquecimento antes do treino, para informar o seu corpo que haverá esforço. Muitos atletas utilizam meias de cano longo para aumentar o aquecimento na região das pernas. Além disso, o treinamento deve ser orientado por um educador físico.

O tratamento da canelite pode ser bastante simples se feito desde o início e com seriedade. Exercícios para equilibrar a musculatura da perna, bandagens corretivas e um retorno gradual aos treinos tendem a solucinar o problema.

Bandagem Neuromuscular para canelite

Não espere seu problema ficar ainda maior. Procure ajuda profissional!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s